segunda-feira, 20 de dezembro de 2010

Natal

Tal como nos foi explicado, pelo Natal os Checos têm o hábito de comer carpa. Ora como neste país nunca se vende/come peixe surge a questão como é que eles o fazem?

Bastou uma ida ao centro da cidade para perceber.



Existem espalhados pela cidade, em certos lugares, uma espécie de mini mercado, onde sujeitos do sexo masculino vendem as tão famosas carpas. A venda é feita da seguinte forma: olha-se nos olhos do peixinho, escolhe-se qual tem o ar mais apetitoso e mata-se o peixe na frente de quem está a passar.




Cozinham a carpa das mais variadas formas, mas a forma mais habitual é cozido. 

Tradicionalmente no dia 24 os Checos jantam em família às 17h, o mais tardar e por volta das 19h já estão a abrir os presentes. Depois algumas família ainda alimentam o hábito de ir à Missa do Galo.
A árvore de Natal é montada apenas no dia 22 de Dezembro.


O meu Natal vai ser passado em Portugal - dia 23 já estou em terras lusas!

sexta-feira, 10 de dezembro de 2010

Berlim


A segunda cidade a visitar na Alemanha foi a capital - Berlim. Esta viagem demorou 4h30 e custou 49 euros (ida e volta).

Com uma população de 3,4 milhões é a maior cidade do país. 

A cidade serve como um importante centro do transporte continental e é "casa" para algumas das mais importantes universidades, eventos esportivos, orquestras e museus. O rápido desenvolvimento da metrópole atraiu uma reputação internacional aos seus festivais, arquitectura contemporânea e vida nocturna, sendo um grande centro turístico e moradia para pessoas de 180 nações diferentes.

segunda-feira, 6 de dezembro de 2010

Dicas #5

Se estão a pensar viajar e ficar a dormir num hostel procurem sempre com alguma antecedência. Depois sugiro que procurem os que têm pequeno almoço incluído, pois com esta refeição conseguem fazer sandes para o almoço e para o jantar e sempre poupam algum dinheiro.

Existem algumas bases de dados para facilmente se encontrar o hostel que se procura.

Dicas #4

Quando chegar a neve, e esta se começar a acumular nos telhados e nos parapeitos das casas, evitem andar de baixo dos mesmos pois com o calor e ao longo do dia a neve vai derretendo e pode cair-vos em cima!

domingo, 5 de dezembro de 2010

Ski - 3.º dia

Voltámos a acordar cedo e fomos novamente para a mesma pista, e como já era de esperar toda a gente estava super cansada o que originou imensas quedas. Houve até quem não tirasse o rabo da neve.

video



Ao final da manhã regressámos para o hotel para arrumar tudo e regressámos à nossa cidade.

Foi uma experiência memorável e que de certo ninguém se irá esquecer. Talvez em Janeiro haja mais disto! 

sábado, 4 de dezembro de 2010

Ski - 2.º dia

Acordámos às 7h para tomar o pequeno almoço e para estarmos equipados e prontos a sair do hotel às 8h30.
Carregados com o equipamento lá fomos nós para a montanha dos principiantes, nesta montanha estavam certa de 20 Erasmus, os restantes encontravam-se numa mais difícil.




Ao final da manhã já quase toda a gente sabia fazer ski ou snowboard com alguma facilidade. Depois do almoço continuámos a melhorar a nossa técnica. Claro que em todo este processo houve imensas quedas e risos, mas sem que ninguém se tivesse magoado.

Ao final da tarde fomos para o hotel. Já toda a gente estava super cansada e onde já se podia adivinhar que o dia seguinte não ia ser fácil, os músculos já se estavam a queixar de tanta actividade física.

sexta-feira, 3 de dezembro de 2010

Ski - 1.º dia

Partimos de Pilsen por volta das 10h, num autocarro com 50 pessoas. A viagem demorou umas 4h, o que significa que tivemos que fazer uma paragem para almoçar e mais uma ou duas para esticar as pernas.

Quando chegámos cada um tinha que ser o responsável pelo seu equipamento, o que originava sempre alguma confusão.


Seguimos para o teleférico que nos levaria até à montanha onde no dia a seguir iríamos passar o dia.


Chegados aqui, uma espécie de tractor levou a nossa bagagem e nós tivemos que seguir a pé, uns 20 min até chegarmos ao hotel.
Arrumadas as coisas e estando já toda a gente instalada fomos jantar (à hora checa, portanto às 19h). Depois do jantar ainda houve tempo para fazermos uns jogos no interior do hotel.

Ski


Este fim de semana, o ESN organizou uma viagem a Cerná Hora para todos os Erasmus poderem ter a oportunidade de aprender e fazer Ski ou Snowboard. Para tal pagámos 72€ - o preço incluía: transporte, hotel, instrutor e refeições para dois dias.

As nossas montanhas de destino foram Krkonoše, que como se pode ver no mapa, encontram-se no norte da Republica Checa e a sudoeste da Polónia. O ponto mais alto destas montanhas é de 1,602 metros.

Todo o equipamento necessário (botas, ski e sticks) foi arranjado pelo ESN, tendo nós que pagar apenas o aluguer - 13€ - as calças de neve, as luvas e o casaco para a ocasião foram gentilmente emprestados por pessoas amigas.

Ficamos hospedados no Hotal Cerná Bouda, em quartos de 2 ou de 3. Incluía pequeno-almoço e jantar que foi previamente escolhido por nós.

sexta-feira, 26 de novembro de 2010

Budapeste


Esta capital é a maior da Hungria e a sexta maior da União Europeia. Encontra-se entre as margens do rio Danúbio e possui cerca de 1.712.710 habitantes. Fundada em 1873 com a fusão das cidades de Buda (margem direita do rio) com Peste (margem esquerda).

Através da Student Agency pagámos 34 euros (ida e volta). Estando às 6h30 em Praga e em Budapeste as 14h.

terça-feira, 23 de novembro de 2010

Para recordar #7


Estando nós a acordar para ir para as aulas (por volta das 8h30) e eis que a neve dá o ar de sua graça. Muito disfarçada, mas a neve promete chegar.

23 de Novembro - o primeiro dia de neve (se é que se pode chamar neve àquilo)

quinta-feira, 18 de novembro de 2010

Viena - 1.º dia

Chegadas à cidade o nosso primeiro objectivo era encontrar o hostel (pagámos 11€ por noite com pequeno almoço incluído, e estávamos num quarto de 8 raparigas).

Depois de deixar-mos as nossas malas partimos em direcção ao centro da cidade e como já nos tinham recomendado decidimos comprar o bilhete de transportes de 3 dias - 13,60€ - e assim podíamos usar qualquer transporte as vezes necessárias durante o tempo todo da nossa estadia aqui.

A nossa primeira paragem foi na Catedral de St.Stephan, um edifício gótico que atinge quase 3 milhões de visitas por ano.














Viena


Partimos de Brno às 3h15 em direcção a Viena, viagem que demorou 2 horas. Viena é a capital da Áustria e ao mesmo tempo é o centro cultural e politico do país, encontra-se sobre o rio Danúbio e tem cerca de 1.681.469 habitantes.

Segundo uma pesquisa feita em 2007, Viena é a melhor cidade do mundo para se viver. O Centro histórico da cidade faz parte da Lista de Patrimônio da UNESCO, desde 2001.

Mais uma vez, esta viagem foi "patrocinada" pela Student Agency e custou 8€ a ida e 16€ o regresso pois à vinda o destino era Praga e não Brno.

quarta-feira, 17 de novembro de 2010

Brno


Brno é a segunda maior cidade pertencente à República Checa, encontrando-se a sudoeste, como se pode ver pela imagem.

Partimos de Pilsen às 3h30 com paragem em Praga para depois apanharmos outro autocarro às 5h30 com direcção a Brno, pois sempre que se queira viajar dentro deste país tem que se sempre passar por Praga, este percurso foi feito através da já conhecida Student Agency.

Quando chegámos a Brno eram sensivelmente 7h da manhã e ainda estava muito frio e escuro. Começamos por nos deslocar a sítios que não precisamos de entrar ou que já estivessem abertos, como por exemplo as igrejas.

Em baixo a Praça da Liberdade (Námêstí Svobody) 



Em cima, coluna barroca de 1679



 De lado, com a bandeira da República Checa encontra-se o Teatro Mahen

Mercado

Em baixo a Catedral de S.Pedro e Paulo






Em cima a igreja de João Amos Comenius/Igreja Vermelha do séc XX. Foi a primeira grande igreja não-católica na Europa de Leste



 Passado algum tempo e vendo que muitos dos sítios que tencionamos ver não abriam as portas, deparamo-nos com uma situação que condicionou toda a viagem - era feriado! Mas lá continuamos a tentar ver o máximo que nos era possível



Em cima a igreja de S. Tomás do séc XIV




De seguida algumas imagens do Castelo de Spilberk








Seguimos para a parte velha da cidade, onde nos deparamos com um mosteiro antigo de freiras cistercienses fundado em 1323. Em 1987 João Paulo II nomeia Igreja da Assunção de Nossa Senhora com o título da basílica.



Resultando do facto de ser feriado, a cidade foi vista até pouco depois da hora do almoço, isto é, às 15h estávamos completamente despachadas, pois não era possível visitar mais nada. Isto não seria grande chatice, não fosse o facto de termos que esperar até às 2h50 da manhã para apanhar o autocarro rumo a Viena.
Graças à encomenda que a minha mãe nos fez chegar em inícios do mês de Outubro - dois baralhos de cartas. Ora com isto passámos umas 8 horas num café à jogar às cartas e a comer clandestinamente a comida que tínhamos nas malas. Depois tivemos que nos mudar e à noite acabámos por ir para um bar onde acabamos por ser expulsas por não estarmos a consumir. O que é certo é que no final e faltando uma hora para o autocarro fomos para o terminal de autocarros onde algumas de nós conseguiram dormir meias tortas.

Montagem da árvore de Natal



Nesta altura demos conta que o autocarro que nos levaria para Viena só iria demorar 2 horas, eram estas 2 horas que iriam servir para descansarmos para depois irmos conhecer uma cidade inesquecível.